Petrobras quer iniciar produção em Tupi no final do ano que vem


http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u358287.shtml
26/12/2007

Petrobras quer iniciar produção em Tupi no final do ano que vem

CIRILO JUNIOR

da Folha Online, no Rio

A Petrobras pretende iniciar já em 2008 a produção no campo de Tupi, na Bacia de Santos. O diretor de Exploração e Produção da companhia, Guilheme Estrella, informou que a primeira fase de exploração de Tupi prevê o chamado teste de longa duração.

A primeira fase, que vai durar aproximadamente seis meses, a produção diária ficará entre 30 mil barris/dia e 40 mil barris/dia.

O executivo disse que a Petrobras avalia navios de médio porte em final de construção no mercado para que possam ser utilizados nos testes iniciais em Tupi. Depois da fase inicial, está prevista a instalação de um projeto-piloto, que produzirá 100 mil barris/dia durante dois anos.

O projeto contemplará um gasoduto que interligará a produção de gás de Tupi à plataforma de Mexilhão, que também será instalada na Bacia de Santos.

“Queremos implementar o teste de longa duração no final de 2008.Teremos que correr contra o tempo, mas vamos acelerar todo o processo. O projeto-piloto está previsto para ser iniciado entre 2009 e 2010”, afirmou Estrella, durante entrevista a jornalistas, realizada nesta quarta-feira, na sede da companhia.

Pré-Sal

Estrella explicou que a Petrobras planeja o projeto para a região do Pré-Sal, na Bacia de Santos, para outros blocos, além de Tupi.

“Nossa estratégia está voltada para todos os blocos nos quais já há indícios de óleo. Temos outras descobertas ali, e nosso planejamento vai englobar tudo isso”, observou.

O diretor não estimou um prazo para que a comercialidade de Tupi seja declarada. Segundo ele, a Petrobras tem até 2010 para fazer isso, e vai trabalhar com calma, dentro desse prazo. A empresa estima que as reservas de Tupi possam chegar a 8 bilhões de barris.

Testes

Antes de Tupi, a Petrobras vai iniciar, no primeiro trimestre de 2008, testes em outra região do Pré-Sal, que engloba as bacias de Santos, Campos e Espírito Santo. O poço ES-103, no Espírito Santo, seá interligado à plataforma P-34, que já está em operação no Campo de Jubarte. Estrella não precisou as reservas, mas disse que são bem menos significativas do que as de Tupi.

“Este poço é menos profundo do que o de Tupi. Não passa de 4 mil metros, enquanto que Tupi chega a 6 mil metros de profundidade”, afirmou.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u358287.shtml
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: