Petrobras começa a extração de petróleo do pré-sal


Agência Brasil
2 de Setembro de 2008

Petrobras inicia produção na região do pré-sal

Nielmar de Oliveira

Repórter da Agência Brasil

Vitória (ES) – A Petrobras deu início no final da manhã de hoje (2) à produção do primeiro óleo da camada pré-sal. no campo de Jubarte, na Bacia de Campos, litoral sul do Espírito Santo.

A primeira extração no pré-sal se dará a partir do poço 1-ESS-103ª, que estará interligado à FPSO Juscelino Kubitschek (P-34), e exigiu investimentos de cerca de R$ 50 milhões.

A produção começa com um Teste de Longa Duração (TLD), que servirá de parâmetro para que se possa observar o comportamento do óleo do pré-sal, tanto no reservatório quanto na planta de processo da plataforma – devendo durar de seis meses a um ano.

Segundo informações da Petrobras, a plataforma P-34 produz petróleo no campo de Jubarte desde dezembro de 2006, em um reservatório localizado acima da camada de sal.

“O fato de esta plataforma se situar a apenas 2,5 km do poço exploratório 1-ESS-103A, descobridor de óleo no pré-sal, abaixo do Campo de Jubarte, em lâmina d’água de 1.375 metros, possibilitou a antecipação da produção da camada pré-sal no Espírito Santo”, explicou a Petrobras.

O início da produção de Jubarte foi precedido por uma entrevista coletiva concedida na tarde de ontem na Unidade de Negócios da Petrobras, no Espírito Santo, na qual o diretor de Exploração e Produção da estatal brasileira do petróleo, Guilherme Estrella, disse que a Petrobras, ao iniciar a produção do pré-sal no Parque das Baleias, está dando um passo decisivo na ampliação dos conhecimentos que a levarão a desenvolver as reservas do pré-sal localizadas no Espírito Santo e em outros pontos do litoral brasileiro.

Estrella, informou que a estatal vem realizando nas últimas duas semanas testes de pré-operação do poço, que revelou possibilidade de uma vazão de até 18 mil barris de petróleo por dia. Ele não soube precisar, no entanto o total do campo de Jubarte, uma vez que serão necessárias perfurações de mais dois ou três poços para que isso seja definido.

“Mas temos perspectivas muito interessante e vamos perfurar mais 2 poços ainda este ano para uma melhor definição. As perspectivas exploratórias e geológicas são boas, mas para um poço exploratório vertical, com diâmetro mais estreito, a produção inicial é espetacular”.

Para Estrella, mais do que o primeiro “grande passo”, em direção ao conhecimento e ao domínio do pré-sal, o início da produção do primeiro óleo de Jubarte inicia o processo que levará a inserção do óleo do pré-sal na história da exploração de petróleo e gás natural no país.

“A partir de Jubarte nós poderemos observar como o reservatório se comporta em situação de atividade exploratória. O pré-sal surge em uma conjuntura importante para consolidar o processo de crescimento sustentado do país para os próximos anos”, avalia Estrella.

Nos últimos anos a Petrobras investiu aproximadamente R$ 1,7 bilhões na perfuração de 15 poços na camada do pré-sal. Destes, oito já foram testados e indicaram presença de petróleo leve de alto valor comercial e grande quantidade de gás natural associado, mas – segundo a Petrobras – ainda não tiveram declarada a comercialidade, estando, portanto, em fase de avaliação.

“Para atingir as camadas pré-sal, entre 5 e 7 mil metros de profundidade, a Petrobras desenvolveu novos projetos de perfuração, onde mais de 2 mil metros de sal foram atravessados.

Os dados obtidos por esses poços possibilitaram delimitar com elevado grau de segurança que as rochas do pré-sal estendem-se por uma área que vai do Espírito Santo a Santa Catarina, com 800 km de extensão e 200 km de largura, em lâmina d’água entre 1 e 3 mil metros de profundidade” segundo informações da estatal.

O poço de Jubarte está localizado a 70 quilômetros da costa do Espírito Santo, com o óleo sendo extraído a 4.700 metros de lâmina d’água (distância da superfície até o reservatório), tendo que, para isto, ultrapassar uma camada de 200 metros de sal. No caso de Tupi o reservatório está a mais de 6 mil metros de profundidade e a camada de sal chega a cerca de 2.000 metros.

O presidente Luis Inácio Lula da Silva e sua comitiva chegaram à P-34, no campo de Jubarte, às 9h40 e, depois de descerrar uma placa alusiva ao feito, o ele comandou o inicio da extração do primeiro óleo do pré-sal por volta das11h.

Após a solenidade em terra, quando encontrará com os jornalistas brasileiros e os correspondentes de várias partes do mundo presentes ao estado, Lula volta a Brasília.

Acompanham Lula, além do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli, o governador Paulo Hartung e ministros, como a chefe da Casa Civil, Dilma Roussef.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/09/02/materia.2008-09-02.0976396046/view

3 respostas para Petrobras começa a extração de petróleo do pré-sal

  1. […] Pré-Sal. O Teste de Longa Duração (TLD) no campo de Jubarte teve início em Setembro de 2008 (ver notícia relacionada) mas somente agora foi possível iniciar a produção em escala […]

  2. […] Teste de Longa Duração (TLD) no campo de Jubarte teve início em Setembro de 2008 (ver notícia relacionada)  e hoje a Petrobrás iniciou a produção em escala comercial,com 13 mil barris por […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: