Construção de Sondas pode criar novos estaleiros no país


http://www.energiahoje.com/online/petroleo/e&p/2009/10/07/395533/sondas-podem-criar-novo-estaleiro-no-pais.html

ENERGIA HOJE

07/10/2009

Sondas podem criar novo estaleiro no país

Cláudia Siqueira e Felipe Maciel


A Petrobras lança na próxima semana uma licitação internacional para a construção de até 28 sondas no país. A concorrência será dividida em três pacotes distintos e prevê a entrega das unidades entre 2013 e 2017. Serão convidados para a licitação armadores e estaleiros nacionais e internacionais.

O primeiro pacote prevê a contratação de sete navios-sonda, para operar em lâmina d´água de até 3.000m, que serão próprios da Petrobras. As unidades, de classe 3, serão construídas pelo mesmo estaleiro e terão sistema posicionamento dinâmico.

A visão da Petrobras é que a contratação de um pacote com sete unidades com o mesmo estaleiro dará ao vencedor ganho de escala, o que poderá, inclusive, incentivar a criação de um novo estaleiro no país, contou o diretor de Serviços da estatal, Renato Duque. O primeiro navio-sonda deve ser entregue em 48 meses após a assinatura do contrato. O prazo para a segunda unidade é de 58 meses.

O segundo pacote prevê duas unidades próprias, podendo ser navio-sonda, semissubmersível ou mono coluna. Cada unidade será construída em um estaleiro diferente, já que a estatal pretende receber as duas plataformas em 40 meses simultaneamente.

O outro pacote da licitação prevê o afretamento de unidades do tipo navio-sonda, semissubmersível e mono coluna. As unidades serão obrigatoriamente construídas no Brasil e cada empreendedor poderá construir, no máximo, quatro plataformas. O número de sondas afretadas irá depender do valor apresentado pelos proponentes.

A expectativa da Petrobras é que as propostas para a concorrência sejam entregues em fevereiro do próximo ano. Estaleiros como Atlântico Sul e novos projetos na Bahia e no Ceará serão convidados para licitação. O Estaleiro Mauá, em Niterói, não participará da licitação.

http://www.energiahoje.com/online/petroleo/e&p/2009/10/07/395533/sondas-podem-criar-novo-estaleiro-no-pais.html
Anúncios

One Response to Construção de Sondas pode criar novos estaleiros no país

  1. A decisão da diretoria da Petrobras de manter a prioridade para aquisição de equipamentos construídos no Brasil, como os navios-sonda, plataformas, máquinas e outros componentes para exploração petrolífera, é simplesmente extraordinária.

    A anos a Petrobras tem tentado consolidar isto como política de desenvolvimento integrada da empresa com a indústria nacional, mas tem sofrido ataques sistemáticos dos grupos mais radicalmente neoliberais.

    Nem nos Estados Unidos se tolera tal permissividade. Lá as indústrias consideradas estratégicas são protegidas, se necessário, por razões de Segurança Nacional. Alguém viu um único acionista da Unacol reclamar que o governo americano vetou a aquisição da empresa pela companhia chinesa CNPC? Mesmo esta tendo oferecido bilhões a mais do que a oferta da Chovron-Texaco? Mas a negociação com os chineses foi vetada por razões de Segurança Nacional, e quem levou a Unacol foi a Chevron.

    Aqui, um simples movimento no sentido de nacionalizar um pouco uma parte da produção e dos serviços da indústria petroquímica, já levanda raivosos discursos contrários a qualquer forma de defesa do “interesse nacional”. Criaram uma CPI para classificar todas as compras nacionais da Petrobras como “superfaturadas”.

    É necessário fortalecer a indústria naval nacional urgentemente. Só a demanda de uma empresa como a Petrobras pode fazer isto. As compras da Petrobras no exterior, durante os anos 1990, já deram um enorme impulso à indústria naval do leste asiático, como por exemplo a da Coréia.

    Será que não está na hora de parar de gastar o dinheiro da Petrobras para gerar empregos na Europa ou na Ásia? Será que não podemos criar empregos e tecnologia no Brasil? Por que?

    Se a crise financeira internacional não pode sensibilizar esta “gente” de que a regulamentação pelo o Estado e o planejamento de longo prazo, são necessários, principalmente para um grande conglomerado industrial nacional, como a Petrobras… sinto muito. Mas talvez nada possa sensibilizá-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: