Presidente da Petrobras debate pré-sal na USP


http://www.agenciapetrobrasdenoticias.com.br/

Agência Petrobras de Notícias

01/12/2009

Presidente da Petrobras debate pré-sal na USP

Em seminário sobre o pré-sal, na Universidade de São Paulo (USP), hoje (1/12), o presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli debateu o contexto energético mundial e as perspectivas para o Brasil. Gabrielli destacou que a Companhia possui uma condição única e diferenciada em relação às demais empresas de petróleo no mundo. Segundo ele, “não há grande empresa no mundo que possua produção, parque de refino e mercado consumidor tão próximos, como ocorre no Brasil, e isso é uma grande vantagem para o País”, disse.

O presidente da Petrobras ressaltou que a exploração de petróleo na camada do pré-sal não tem apresentado grandes dificuldades em termos tecnológicos. As implicações devem-se mais à observação do comportamento dos reservatórios, por exemplo, com relação aos gases e fluidos ou ao ritmo de produção a uma profundidade de sete mil metros.

O baixo risco exploratório da fronteira pré-sal foi um dos itens citados para a mudança no marco regulatório, em discussão no Congresso Nacional. Se aprovado, o novo regime contará com três modelos distintos de exploração no país: concessão (para os campos fora do pré-sal e segundo o regime atual), partilha de produção e cessão onerosa. Para as áreas já licitadas, não haverá qualquer alteração com a aprovação do novo modelo.

Gabrielli finalizou sua apresentação defendendo o projeto que prevê a Companhia como operadora única das áreas do pré-sal. “A Petrobras é atualmente a maior operadora do mundo em águas profundas, com 22% de participação. Ao controlar a operação, a Companhia mantém o conhecimento adquirido com os campos do pré-sal no país, o que é fundamental do ponto de vista estratégico”.

Também participaram do evento o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, o gerente executivo do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), Carlos Tadeu Fraga, o diretor da Escola Politécnica (POLI/USP), Ivan Falleiros, o coordenador do TPN e professor Kazuo Nishimoto e o professor do programa de pós-graduação em energia da USP, Ildo Luis Sauer.

Petrobras e USP inauguram laboratório que simula sistemas de produção de petróleo e gás em alto mar

http://www.agenciapetrobrasdenoticias.com.br/
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: