Prominp lança Portal de Oportunidades da Cadeia de Suprimentos do Setor de Petróleo e Gás Natural


http://agenciapetrobrasdenoticias.com.br/

Agência Petrobras de Notícias

14/12/2009

Prominp lança Portal de Oportunidades da Cadeia de Suprimentos do Setor de Petróleo e Gás Natural

Foto: AGÊNCIA PETROBRAS

O Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural) lançou o Portal de Oportunidades da Cadeia de Suprimentos do Setor de Petróleo e Gás Natural com o objetivo de disponibilizar para o mercado informações sobre as demandas de materiais, equipamentos e componentes necessários para a implantação dos projetos de investimentos, bem como estimular uma interação entre os fornecedores dos diversos elos da cadeia de suprimentos do setor.

De forma inovadora, o Portal possibilitará que milhares de micro, pequenas, médias e grandes empresas possam conhecer as oportunidades geradas pelos US$ 190 bilhões que serão investidos no setor até 2013. Além disso, ao se cadastrarem no Portal, as empresas poderão divulgar os principais produtos e serviços ofertados, tornando-se visíveis para toda a cadeia de suprimentos. Através do Portal, também será possível identificar potenciais fornecedores para o atendimento de suas próprias demandas de insumos e componentes.

Empresas de todo o Brasil que forneçam para o setor ou que tenham interesse em fornecer já podem se cadastrar. O cadastro e o acesso aos serviços do Portal são gratuitos. O cadastramento é rápido e pode ser feito por meio do site do Prominp (www.prominp.com.br), no link Portal de Oportunidades da Cadeia de Suprimentos do Setor de Petróleo e Gás Natural, localizado na parte inferior da página principal do site.

Empresas nacionais, órgãos de governo, entidades representantes da indústria fornecedora e operadoras do setor de petróleo e gás estão aptos a se cadastrar no Portal. Importadoras de bens e empresas estrangeiras não se enquadram no público-alvo do Portal e, portanto, não serão autorizadas a acessar o seu conteúdo. As empresas e entidades cadastradas receberão uma senha para acessar o conteúdo do site, logo após a aprovação do seu cadastro.

http://agenciapetrobrasdenoticias.com.br/
Anúncios

One Response to Prominp lança Portal de Oportunidades da Cadeia de Suprimentos do Setor de Petróleo e Gás Natural

  1. A garantia de conteúdo nacional nas aquisições da Petrobrás é fundamental para o Brasil.
    Deveria tornar-se Lei e ser uma exigência também para as demais petrolíferas estrangeiras que extraem ou pretendem extrair o petróleo brasileiro.
    A exigência de conteúdo nacional (variando de 40% a 75% dependendo do produto), adotada desde 2003, reativou a indústria naval no Brasil, gerando dezenas de milhares de empregos diretos. Além disto, foram criados novos pólos navais no sul e nordeste do país, criando novos lócus de investimento e desenvolvimento regional. Antes da exigência de conteúdo nacional, a indústria naval brasileira havia praticamente desaparecido. Hoje o país voltou a se situar entre as 10 maiores indústrias navais do mundo, atingindo o posto de 6o maior neste ano de 2009.
    Ao final da curva de aprendizagem, teremos capacidade de exportação competitiva a preços internacionais. Acabar com esta exigência, seria abortar este processo quando está começando a surtir efeitos. No longo prazo os efeitos serão muito positivos para a Petrobrás, que poderá contar com fornecedores, prestadores de serviços e de manutenção localizados próximos, no Brasil mesmo.
    A exigência de nacionalização do conteúdo é tão importante que deve, sim, ser estabelecida como prioridade.
    Não é possível que prazos e objetivos de curto prazo, possam ser considerados mais importantes do que isto! Até mesmo porque, o pré-sal é um campo petrolífero tão grande que deverá ser explorado em etapas, com investimentos em infra-estrutura de exploração e extração de petróleo por mais no mínimo duas décadas, mais provavelmente três ou quatro décadas.
    Para o Brasil evitar a “maldição do petróleo”, o melhor é evitar picos de exportação de petróleo muito agudos, ou seja, atingir uma curva produtiva de ascensão mais lenta. É melhor desenvolver os campos mais lentamente, com mais conteúdo nacional, e garantir que a atividade de extração petrolífera também resulte na geração de tecnologia, empregos e renda no país.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: