Palestra e debate durante o FSM: “O Pré-Sal e a necessidade de Reestruturação da Sociedade Brasileira”


Diário do Pré-Sal

Quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Palestra e debate durante o Fórum Social Mundial: “O Pré-Sal e a necessidade de Reestruturação da Sociedade Brasileira”

Dentre as atividades ligadas ao Pré-Sal que se desenvolvem no Fórum Social Mundial, durante esta semana, ocorreu na noite de ontem um importante debate envolvendo  sindicalistas, estudantes, professores, integrantes de movimentos sociais e participantes do Fórum. O debate ocorreu no auditório da Escola Técnica Parobé (Av. Loureiro da Silva 945), em Porto Alegre, organizado pelo movimento da campanha “O Petróleo tem que ser nosso!”, pela FNP, FUP e  SINDIPETRO-RS.

O evento começou com a fala dos sindicalistas Edson Flores (Sindipetro-RS) e João Antônio de Moraes (Coordenador da FUP), e foi seguido de uma apresentação da versão curta do vídeo O petróleo tem que ser nosso: Ultima Fronteira ocorreram duas apresentações, de Edson Munhoz, sindicalista do Sindipetro-RJ e professor no Rio, seguido de Lucas Kerr de Oliveira, professor em Porto Alegre, RS.

Dezenas de pessoas acompanharam as apresentações e participaram, em seguida, de um debate, que durou pouco mais de uma hora.

Outras atividades relacionadas ao Pré-Sal ocorrem ainda hoje, no Fórum Social Mundial, incluindo a apresentação da versão completa do vídeo “O petróleo tem que ser nosso: Ultima Fronteira“, e a primeira apresentação em Porto Alegre do novo filme nacional: Ouro Negro, que conta a saga dos primeiros exploradores em busca de petróleo no Brasil, entre meados dos anos 1910 a 1930. As exibições serão no mesmo anfiteatro, do Colégio Parobé (Av. Loureiro da Silva, n. 945), a partir das 18h e também serão seguidas de um debate entre os participantes do evento.

Fotos: Angela M. F. Silva

Fotos: Angela M. F. Silva

Fotos: Angela M. F. Silva

 

2 respostas para Palestra e debate durante o FSM: “O Pré-Sal e a necessidade de Reestruturação da Sociedade Brasileira”

  1. No site Juventude Petroleira, vocês podem conferir os seguintes artigos que tratam dos debates e eventos relacionados ao pré-sal, que ocorreram semana passada no Fórum Social Mundial, na região metropolitana de Porto Alegre:

    FUP reune estudantes para debater o Pré-Sal


    Todos unidos pela campanha “O petróleo tem que ser nosso” no Fórum Social Mundial

    FUP leva campanha do pré-sal ao Fórum Social Mundial

  2. Jornal Brasil de Fato

    Campanha realiza noite de defesa do Petróleo
    por Cristiano última modificação 28/01/2010 11:36

    O evento contou com a exibição do filme “O petróleo tem que ser nosso, a última fronteira”

    28/01/2010

    Leandro Uchoas

    Porto Alegre (RS)

    Durante a noite desta quarta-feira (27), a campanha “O petróleo tem que ser nosso” levou ao Fórum Social Mundial uma rica exposição das peculiaridades da descoberta do pré-sal. A palestra “Exploração do petróleo e a construção de um projeto popular para o Brasil” deixou claro aos presentes o momento decisivo da história nacional.

    Os discursos não destoavam. Defendiam o monopólio estatal na exploração do petróleo, e a luta social como alternativa única de pressionar os poderes republicanos a resistir à cobiça internacional. O evento começou com a exibição do filme “O petróleo tem que ser nosso, a última fronteira”, que através de entrevistas das mais variadas correntes de esquerda, sublinha a necessidade de se formar unidade para garantir os recursos do pré-sal.

    João Antônio de Moraes, da Federação Única dos Petroleiros (FUP), ressaltou que dos quatro projetos enviados pelo governo federal ao Parlamento com referência aos recursos do pré-sal, dois permaneceram quase inalterados. Apenas um deles teria avançado razoavelmente. Mas o principal, referente à partilha dos recursos, teve retrocessos. “Não temos dúvida de que um projeto dessa magnitude não vai se resolver no Parlamento. E se resolver, vai ser da forma mais conservadora possível”, disse.

    Edison Munhoz, diretor do Sindicato dos Petroleiros no Rio de Janeiro, apresentou um trabalho com o histórico da luta pelo petróleo no Brasil. Da campanha “O Petróleo é Nosso” à quebra do monopólio de petróleo pelo governo FHC, em 1997. Munhoz comprova que o artigo 26 da lei, que privatizou a exploração de petróleo no país, contraria o artigo 177 da constituição, aquele que garante o monopólio estatal sobre a exploração.

    O professor de geografia Lucas Kerr de Oliveira apresentou o trabalho “O pré-sal e a reestruturação da sociedade brasileira”. Iniciou sua argumentação com um dado simbólico. “As maiores economias do mundo são exatamente os maiores consumidores de petróleo”, disse. Segundo o professor, a tendência no mundo é a diminuição gradual da quantidade de petróleo barato, e o aumento do de difícil extração.

    Isso fará com que o preço do mineral aumente no mundo, e que seja necessária uma mudança de matriz energética. Lucas também falou de ameaças ao patrimônio brasileiro, como o recente furto de computadores da Petrobrás, e o apoio do governo estadunidense a candidaturas separatistas em países latino-americanos como no Equador e na Bolívia.

    Também foram feitas críticas veementes aos governadores do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e Espírito Santo, Paulo Hartung (PMDB), que só estariam lutando pelos royalties do petróleo por pressão de multinacionais como Texaco e Esso. “É uma decepção. O debate é muito maior. Os estados têm que dizer aonde e como aplicariam esse dinheiro”, lamentou o dirigente do Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro), Emanuel Cancela.

    A participação da campanha “O Petróleo tem que ser nosso” no Fórum Social Mundial segue nesta quinta-feira, com a exibição do filme no Auditório da Escola Técnica Parobé, às 18h00.

    http://www.brasildefato.com.br/v01/agencia/nacional/campanha-realiza-noite-de-defesa-do-monopolio-estatal-sobre-o-petroleo/view

    http://www3.brasildefato.com.br/v01/agencia/nacional/campanha-realiza-noite-de-defesa-do-monopolio-estatal-sobre-o-petroleo/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: