Brizola Neto: Prestem atenção nas Malvinas, diz respeito ao Brasil


Blog Tijolaço

Prestem atenção nas Malvinas, diz respeito ao Brasil

fevereiro 17th, 2010

Brizola Neto

http://www.tijolaco.com/

Esta aí na foto ao lado é a plataforma de exploração Ocean Guardian – que não se perca pelo nome –  que está sendo rebocada e chega até o final do mês às Ilhas Malvinas. É a primeira das plataformas enviadas para retirar petróleo ao largo das Ilhas Malvinas.  Serão perfurados oito poços exploratórios.

https://i0.wp.com/www.tijolaco.com/wp-content/uploads/2010/02/platafo2.jpgQualquer pessoa  com conhecimentos básicos de logística de petróleo sabe que esta operação custará uma fortuna de centenas de milhões de dólares. Não existe base de terra minimamente próximas para essas plataformas, o que aumenta de forma gigantesca os seus  custos. Cada equipamento e cada trabalhador terá ser trazido de milhares de quilômetros de distância e nem mesmo aeroporto capaz de suportar vôos intercontinentais há na ilha, onde a maior pista é de 900 metros, 400 metros menor que a do nosso Santos Dumont.   Fala-se em trazer materiais construir uma cidade para os trabalhadores. Da Inglaterra às Malvinas a distância é de mais de 12 mil quilômetros, em linha reta. Evitando as águas territoriais brasileiras, mais de 16 mil quilômetros.

Logo, um investimento desta monta não é feito senão com indícios de uma grande quantidade de óleo, que o torne economicamente viável e lucrativo para as empresas petroleiras.

E se há petróleo em quantidade, haverá, tão certo como dois e dois são quatro, proteção militar a esta riqueza. Ou alguém acha que os ingleses vão deixar torres, terminais e navios ao alcance da aviação argentina em meia hora de vôo, sem proteção bélica?

E aí, meus amigos, estaremos diante de um dos maiores pesadelos militares que possamos ter: uma base militar aeronaval  no Atlântico Sul, a pouco mais de três mil quilômetros – alcance de aviões  de caça – de  São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.  Sem falar na região do pré-sal. Do ponto de vista militar é muitíssimo pior do que as bases americanas na Colômbia.

O Brasil precisa entrar já nesta questão, diplomaticamente, antes que o impasse entre Londres e Buenos Aires se agrave mais ainda.  Para começar, deixando claro que não aceitará a implantação de qualquer base militar extra-continental no Atlântico Sul.  Não podemos tolerar a militarização de nossas vizinhanças e nem pretender sacrificar o povo brasileiro sendo obrigado a organizar defesas correspondentes a elas.

Esta história de petróleo nas Malvinas, eu venho dizendo aqui, se confirmada, vai ser um dos maiores impasses diplomáticos e militares que o nosso país terá de enfrentar.

http://www.tijolaco.com/

restem atenção nas Malvinas, diz respeito ao Brasil

Anúncios

2 Responses to Brizola Neto: Prestem atenção nas Malvinas, diz respeito ao Brasil

  1. MARCOS CUNHA disse:

    Petro Sheik Carióca… ChiiiKKK!

    Imprecionante a ganância dos estados que se acham donos do petróleo encontrado na costa brasileira. A Tropa De Elite está pronta para, a qualquer custo, abocanhar os royalty’s do pré-sal. A GLOBO, emissora que sempre viveu no colo do poder político, força seus jornalistas e comentaristas a incutir nas cabeças dos brasileiros as razões descabidas dessa disputa tola e sem sentido. O petrólio é nosso… Nosso? Sim, nosso! Enquanto o petróleo que é nosso serve para financiar o estado maravilhoso e fazer rodar sua grande roleta russa. Berço da elite artística, berço do marginalidade hipócrita e burra, berço da política e do carnaval que vivem de braços e abraços com o podre poder do tráfico de armas e drogas. O resto do Brasil assiste a toda essa discursão sem conseguir, ao menos, formar alguma opinião concreta a respeito do assunto que tanta polêmica tem gerado. Mas, pobre não precisa entender dessas coisas, né?
    Atentai Senhores para o que esta preste a acontecer. Olhai, com afinco, as grandes armações que virão a partir de agora. Políticos descomprometidos irão entregar a cabeça de todos os cidadãos brasileiros em bandejas para engordar as suas contas com comissões e favores cruéis.
    NOSSOS REPRESENTANTES NO CONGRESSO estarão vendendo os frutos que o Pré-Sal poderia trazer para estados que ficam distantes dos campos e poços de petróleo. Minas Gerais foi o primeiro a abrir a porteira para a maracutai negra.
    É certo que o Rio tem uma espinha de tiranossauro rex intalada na garganta desde que JK inventou Brasília e tirou a pose de capital da grande nação tupiniquim. Os Sheik’s cariócas estão vindo aí… “Chiques” feito artístas da novela das 8hs.

  2. clovis disse:

    Olá pessoal ! Dou toda razão a vc caro jovem Marcos Cunha, o Rio de Janeiro é mesmo movido pela Globo e
    seus comandantes dela. Uma pouca vergonha um pais como o nosso tar sendo dominado por uma quadrilha de televizão
    como a tal Globo.

    pois um estado que somente nós dá prejuiso e ver-
    gonha de toda hora tar em manchetes extrangeiras e
    o povo lá fora dizendo barbares sobre nós, vem ainda
    certas pessoas dizer que eles lá do Rio tem que ficar
    todo o Royter do petrolhio, quando isso vai parar de
    nós envergonhar ! Fora Rio De janeiro e rede Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: