Tem início a fase de produção comercial de petróleo do Pré-Sal


15 de julho de 2010

Após 22 meses de produção de petróleo em fase de testes, teve início a extração de petróleo da Camada Pré-Sal em escala comercial.

O Teste de Longa Duração (TLD) no campo de Jubarte teve início em Setembro de 2008 (ver notícia relacionada)  e hoje a Petrobrás iniciou a produção em escala comercial,com 13 mil barris por dia.

Veja a notícia do Blog da Petrobrás, a seguir:

foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República

Blog da Petrobrás

15 de julho de 2010

Começa a produção no pré-sal do Espírito Santo

A Petrobras produziu, nesta quinta-feira (15/7), o primeiro óleo da camada pré-sal do Campo de Baleia Franca, localizado a cerca de 85 km da cidade de Anchieta (ES), no complexo denominado Parque das Baleias, na Bacia de Campos. As acumulações do pré-sal do Campo de Baleia Franca foram descobertas em dezembro de 2008.

A cerimônia contou com a presença do presidente Luís Inácio Lula da Silva e outras autoridades dos governos federal e do Espírito Santo, além do presidente da Petrobras, José Sergio Gabrielli de Azevedo e do diretor de Exploração e Produção da companhia, Guilherme Estrella.

Foto: Ricardo Stuckert/Presidência da República     Fonte: Agência Petrobrás de Notícias

A produção foi iniciada através da conexão do FPSO Capixaba ao poço 6-BFR-1-ESS. O FPSO Capixaba é afretado para a Petrobras pela empresa SBM, e operava anteriormente no Campo de Golfinho. Para aproveitar a oportunidade de antecipação de produção dos Campos de Cachalote e Baleia Franca, foi realizada uma adaptação na planta de processo da plataforma, para viabilizar a instalação no Parque das Baleias.

O poço do pré-sal de Baleia Franca começará a produzir cerca de 13 mil barris de petróleo por dia (bpd) de petróleo leve, estimado em 29 graus API. A previsão é que atinja a capacidade máxima, de 20 mil bpd, ainda este ano.

Assista aos discursos do  presidente Lula e do  presidente Gabrielli durante a cerimônia.

Veja a  apresentação do gerente geral da Unidade de Operação do Espírito Santo, Luiz Robério Silva Ramos.

O projeto adotará tecnologias pioneiras, concebidas para operar nas condições geológicas do pré-sal. Entre elas, novos modelos de risers flexíveis (tubulações para o escoamento de petróleo que ligam o poço à plataforma) e novas soluções tecnológicas para colocar os poços em produção (completação). O uso dessas tecnologias permite a melhoria da eficiência operacional e representa um novo passo no desenvolvimento dos reservatórios do pré-sal.

O FPSO faz parte do Projeto de Desenvolvimento Integrado de Cachalote e Baleia Franca e permite a interligação dos dois campos. A Plataforma já produz desde maio deste ano no pós-sal do Campo de Cachalote, através do poço 7-CHT-5HA-ESS, localizado a 5 km de Baleia Franca, e desde junho de 2010 no poço 7-CHT-7HP-ESS, totalizando uma produção de 44 mil bpd.

Até o final do ano, está previsto que a plataforma seja interligada a um total de nove poços. Serão três poços produtores e dois injetores em Cachalote, e três poços produtores – dois destes na camada pré-sal – e um injetor em Baleia Franca. O pico de produção está programado para ocorrer em dezembro de 2010, com expectativa de volume de 100 mil barris de óleo por dia e 1,35 milhões de m3 de gás natural.

foto: Blog da Petrobrás

Características técnicas do FPSO Capixaba:

Capacidade de produção: 100 mil bpd;

Capacidade de compressão de gás: 3,2 milhões de m3/dia;

Capacidade de armazenamento: 1.600.000 barris;

Capacidade de injeção de água: 22.000 m3/dia;

Capacidade de operar em local onde a profundidade seja de até 1.500 metros;

Comprimento: 345 metros (equivalente ao comprimento de três campos de futebol);

Peso total carregado: 254.444 toneladas (corresponde ao peso de 300 mil carros populares)

Acomodações: 96 trabalhadores embarcados.

Discurso do presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, sobre a história e os avanços na fronteira explotratório da camada pré-sal

Fala do presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli sobre o primeiro óleo comercial do pré-sal no Espírito Santo e os demais projetos da Companhia no estado

Veja a  apresentação do gerente geral da Unidade de Operação do Espírito Santo, Luiz Robério Silva Ramos:

http://static.slidesharecdn.com/swf/ssplayer2.swf?doc=15apresentaogges-100715161735-phpapp01&stripped_title=apresentao-primeiro-leo-es

Leia as notícias publicadas no Blog do Planalto:






Veja repercussão do assunto na imprensa:

Jornal Nacional:  “Começa retirada de petrólero do pré-sal no Espírito Santo”

G1:  “Petrobras inicia produção no pré-sal do Espírito Santo”

Valor Econômico:  “Petrobras começa amanhã produção no pré-sal de Baleia Franca”

Jornal do Brasil:  “Lula participa de cerimônia de extração do primeiro óleo do pré-sal”

Estadão:  “Petrobrás começa a produzir óleo no pré-sal de Baleia Branca nesta quinta-feira, 15”

fonte: Blog da Petrobrás

Presidente Lula exibe amostra do primeiro óleo retirado da camada pré-sal do Campo Baleia Franca - Bacia de Campos, ES, 15/07/2010  -   foto: Ricardo Stuckert-PR

Presidente Lula visita as instalações da plataforma e coleta do primeiro óleo da produção do poço 6-BFR-1-ESS no pré-sal do Campo Baleia Franca - Bacia de Campos, ES, 15/07/2010   -  foto: Ricardo Stuckert/PR

Anúncios

7 Responses to Tem início a fase de produção comercial de petróleo do Pré-Sal

  1. edson chagas disse:

    Quer conhecer um pouco mais a plataforma que está bombeando petróleo do pré-sal ? Veja foto 360 graus em http://blog.foto360.com.br/2010/07/16/petroleo-do-pre-sal/

  2. Joao Chiarelli disse:

    Este é um marco para a soberania do Brasil e sua condição de autonomia quanto ao petróleo. Agora, com o início da atividade extrativista do petróleo, podemos almejar no novo ciclo de aceleração da economia e aumentar nossa condição de oferta de produções energética. Devido a existência de um parque industrial diverso e a existênica de uma economia desenvolvida, creio ser muito difícil que o Brasil sofra da famigerada “doença holandesa”, onde a economia de todo o país acaba sendo dependente de um único recurso (petróleo), deixando o país a mercê dos ânimos do valor desta commodity no mercado de ações.
    Um sucesso, espero que esta exploração possa trazer muitos benefícios e ampliar a capacidade de influênica do Brasil em prol da consolidação da UNASUL.

    • Olá João, espero que estejas certo. Não sou tão naturalmente confiante em nossa economia, pois não acredito que a inércia econômica seja suficiente. É necessário planejar e incentivar o desenvolvimento nacional para evitar este tipo de problema, e somente o Estado tem capacidade para fazer isso. Se deixarmos ao sabor do “livre” mercado, teremos sérios problemas e corremos o risco de sofrer desindustrialização. Se o Estado brasileiro liderar e organizar o setor petrolífero-petroquímico-energético, podemos realizar um salto de desenvolvimento tecnológico e econômico sem igual na história do país. Com certeza toda a América do Sul pode ser envolvida neste processo e todos podemos ganhar muito com a redução da pobreza no continente sulamericano.

  3. Cristianne Pimentel disse:

    Por favor, gostaria de saber quem detem os diretos autorais das fotos feitas do Presidente Lula nessa data. Trata-se de interesse de trabalho.

    Aguardo retorno.
    Obrigada pela atenção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: