GE planeja fabricar no Brasil as turbinas aeroderivadas usadas em plataformas petrolíferas


Estadão
 27 de abril de 2011

GE planeja produzir no País turbinas para plataformas

Seção de uma turbina aeroderivada do tipo GE LM2500 utilizada em navios e plataformas petrolíferas

Alexandre Rodrigues

Agencia Estado

 RIO – O presidente da General Electric (GE) no Brasil, João Geraldo Ferreira, disse hoje que a companhia tem planos de produzir no Brasil turbinas para geração de energia em plataformas de produção de petróleo. Segundo ele, com a exploração das reservas da camada pré-sal, a multinacional americana identifica demanda suficiente para essa atividade no Brasil.

“Temos planos de fabricar e, obviamente, de fazer a manutenção também”, limitou-se a dizer o executivo, que não quis indicar em quanto tempo a empresa pretende concretizar esse plano, uma das formas que a companhia estuda para aumentar os seus contratos com a Petrobras, seguindo o robusto plano de investimentos da estatal de US$ 224 bilhões até 2014.

Modelo de turbina a gas aeroderivada GE LM2500 - utilizada em navios e plataformas petrolíferas

Ferreira afirmou que o objetivo da GE é aumentar a fabricação de equipamentos para o setor de óleo e gás no Brasil como forma de atender à política de contratação local estabelecida pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) seguida pela Petrobras. Atualmente, a GE tem um contrato de US$ 150 milhões para fornecer sistemas de compressão e geração de energia para duas plataformas.

“A nossa estratégia para o Brasil tem um componente muito forte de localização”, disse o executivo. “Quando pensamos numa cadeia de suprimentos como a de óleo e gás, é fundamental ter elementos de localização, não só através de operação mais sólida localmente, mas de parcerias e aquisições. Nosso objetivo é aumentar o índice de localização.”

Nesse sentido, o setor de petróleo será um dos principais focos do quinto Centro de Pesquisas Global da multinacional, que será instalado no Rio. Os outros quatro estão nos Estados Unidos, Alemanha, Índia e China. Mas a empresa também quer desenvolver soluções para segmentos como energia eólica, instrumentos médicos e equipamentos ferroviários. A GE faturou US$ 2,6 bilhões no Brasil em 2010 e estima elevar essa receita para US$ 3,1 bilhões este ano.

Compressor de uma turbina a gás aeroderivada GE LM2500 - utilizada em navios e plataformas petrolíferasde

Os investimentos para o centro de pesquisas, que será erguido no polo tecnológico da UFRJ, estão dentro do pacote de US$ 550 milhões anunciado pela GE para o Brasil em 2010. Segundo Ferreira, a GE pode investir mais se encontrar oportunidades de aquisição no País.

Hoje, a GE detalhou os resultados para o Brasil de sua pesquisa anual Barômetro da Inovação. A pesquisa realizada com 1 mil executivos de empresas em doze países mostrou que apenas 4% dos entrevistados veem o Brasil como um país “campeão da inovação”. Já 23% dos empresários brasileiros citaram o Brasil nesse quesito. A pesquisa mostrou que o Brasil é o terceiro país mais otimista quanto aos efeitos da inovação, no entanto fica na décima colocação quando o tema é satisfação com o atual ambiente de inovação.

http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios+geral,ge-planeja-produzir-no-pais-turbinas-para-plataformas,64497,0.htm
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: